SKATE SURF VÍDEOS EVENTOS DICAS HIPERATIVIDADES CICLISMO CORRIDA MOTOCROSS ESCALADA MMA
Hiperativos - Vida em alta performance
November 29, 2011 por Kanui

Como escolher o melhor shape para skate

Na hora de andar de skate não existe nada mais importante do que ter escolhido o shape apropriado para você. O shape (em inglês deck), para quem

Shape Homer Simpson

Shape no formato da cabeça do Homer Simpson

não conhece, é a prancha sobre a qual você fica em pé na hora de andar de skate. Ela é importante por duas razões: primeiro que cada shape é apropriado para um tipo de manobra diferente, segundo porque cada pessoa precisa de um tamanho de shape específico para a sua altura. Cada shape serve uma finalidade diferente, por isso existem tantos tipos de skate.

SkateSe você está pensando em comprar um skate, a primeira coisa que você tem que analisar é: que tipo de skate você quer praticar? Freestyle, Street, Vertical ou Downhill – cada uma das modalidades de skate pede um shape em particular. Você deve se atentar à largura e ao tamanho do seu shape: quanto mais largo, maior a sua estabilidade – por outro lado, a agilidade é reduzida. Por isso, para modalidades de rua como Street ou Freestyle, o apropriado é o shape mais estreito, com largura de 18 a 20 cm. Em compensação para a modalidade Vertical, é muito melhor usar um skate que te dê mais estabilidade para enfrentar as half-pipes; por isso, procure um shape com mais de 20 cm de largura. Para Downhill o apropriado é o uso do longboard, que tem uma prancha maior que a do skate tradicional.

Você também precisa se atentar à sua altura: pessoas mais altas devem usar shapes mais longos para que seus pés tenham espaço o suficiente e o skatista consiga manobrar a prancha. Caso você seja mais baixo, procure um shape mais curto.

No Brasil há uma grande popularidade no uso de longboard, sendo que os maiores campeões mundiais da modalidade (campeões como o tetraLongboard campeão de Downhill Slide Sérgio Yuppie) são brasileiros. As modalidades que requerem o uso do longboard são também as modalidades que mais comportam skatistas mulheres.

Entre os tipos de shapes atualmente utilizados se encontra o carveboard, novidade que surgiu nos Estados Unidos a meros quinze anos atrás e só chegou ao Brasil em 2004. O carveboard é uma junção do skate tradicional e do longboard, que visa trazer ao skatista a sensação de que estivesse surfando. Como o carveboard conta com um sistema de suspensão com molas e pneus grandes de borracha que garantem a aderência ao chão, o skatista consegue imitar as manobras dos surfistas e a sensação é de que se está na água e não no asfalto – tanto que muitas pessoas utilizam o carveboard para aprender a surfar. Você pode andar de carveboard em praticamente qualquer tipo de asfalto, e o skate requer pouca manutenção. Para iniciantes, o recomendado é começar com uma roda menor, de no mínimo 8 libras. À medida que for melhorando, pode ir aumentando o tamanho da sua roda.

CarveboardAgora que você já está mais informado sobre a diferença dos shapes é só montar o seu e ir para rua! Não se esqueça da importância do uso de equipamentos de segurança como capacete, luvas e joelheiras. Se você quer ver mais tipos de shapes, dê uma olhada na seleção da Kanui!

E você, qual tipo de skate acha melhor? O que acha de marcas como a Santa Cruz, que fazem shapes decorativos como o famoso shape Homer Simpson?

 

Manobras de longboard

Comments